Aleitamento de Filhotes

29/03/2011 19:38

Quando a mãe encontra-se em boas condições nutricionais e sanitárias, a alimentação dos filhotes é satisfatória, não sendo necessária a intervenção do criador, neste sentido, durante as primeiras três semanas de vida do filhote.

Após o parto, o leite fornecido aos filhotes pelas fêmeas é chamado de colostro, que é muito importante por proporcionar imunidade passiva aos recém-nascidos pelo fato de conter imunoglobulinas, que uma vez absorvidas no intestino protegem o filhote de inúmeras doenças infecciosas. Isto torna muito importante o fato do filhote ser amamentado logo nos primeiros instantes de vida, porque após 24 horas de nascido a capacidade de absorção destas imunoglobulinas sofre um declínio considerável prejudicando assim a proteção passiva.

A composição do leite é alterada no decorrer da lactação justamente para atender às necessidades das crias em desenvolvimento, durante as primeiras 72 horas após o parto diversas formas de colostro são produzidas até chegar finalmente ao leite propriamente dito.

É interessante, quando possível, coletar colostro de animais que tenham uma alta produção e armazená-lo congelado para o caso de ninhadas órfãs, rejeições do filhote pela mãe, agalactia, hipogalactia ou mastite. Desta forma os recém-nascidos não serão privados da imunidade passiva que somente o colostro proporciona e nada mais. Nestes casos pode-se também recorrer a mães adotivas ou a animais com pseudociese.  

 

 

Referência:

Saad FMOB, Mendes WS, Agostini LO, Brienza PD, Silva CSB, Suguira E, et al. Manejo Nutricional de Cães e Gatos nas Diversas Etapas Fisiológicas. Lavras: Faep; 2005.

—————

Voltar


Contato

NUTRIRPET

Atendimento personalizado in locu
Jardim Paris - São Paulo - SP


(11) 3715-7217


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!